quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

CLARK HULINGS - Um pouco mais

CLARK HULINGS - Cena de rua - Óleo sobre tela - 50,8 x 76,2 - 1967

CLARK HULINGS - Dois homens, uma carroça e um burro - Óleo sobre tela - 40,6 x 60,9 - 1972

Cheguei ao conhecimento do trabalho de Clark Hulings no início dos anos 2000. Fiquei fascinado com o que vi e sempre que podia, saia a procurar algo novo para estar observando. Em 2012, tive contato com Sansão Pereira, um artista brasileiro que estudou desenho junto com Clark Hulings, em Chicago. O interesse pelo artista americano aumentou ainda mais, nas narrativas dos poucos contatos que tive com Sansão, antes que ele falecesse.

CLARK HULINGS - Dia de lavagem nos Pireneus - Óleo sobre tela - 66 x 127

CLARK HULINGS - San Miguel de Allende
Óleo sobre tela - 76,2 x 50,8 - 1967

CLARK HULINGS - Estande do suco de laranja - Óleo sobre tela - 40,6 x 76,2 - 1981

Embora seja mais conhecido pelas belas cenas realistas do oeste americano e cidades europeias, Hulings começou sua vida profissional como ilustrador para revistas, e, em especial como ilustrador de capas de livros de bolso. A literatura faroeste estava em alta naqueles tempos e Hulings fez fama se tornando um respeitável ilustrador das mais conceituadas edições que eram lançadas.

CLARK HULINGS - Colheita de uva - Óleo sobre tela - 56,3 x 66

CLARK HULINGS - Sudeste da França - Óleo sobre tela - 60,9 x 45,7

CLARK HULINGS - Carruagem em Konya - Óleo sobre tela - 50,8 x 61,6

Teve um início de carreira curioso, com formação em Física, mas a arte sempre lhe acenava como a melhor possibilidade para se manter, e assim ele começou, pintando inicialmente retratos e ilustrações. Ilustrador respeitado, ele fez uma carreira brilhante e juntou dinheiro suficiente para se dedicar melhor àquilo que realmente queria: passear por diversas partes do mundo, desenhar e pintar. Os últimos quarenta anos de sua vida foram inteiramente dedicados à pintura de cavalete, tornando-se um dos mais prestigiados artistas americanos realistas de seu tempo.

CLARK HULINGS - Póximo a Woodville - Óleo sobre tela - 60,9 x 91,4

CLARK HULINGS - Manhã de segunda, Salvatierro, Gto Mexico - Óleo sobre tela - 73,6 x 81,2

CLARK HULINGS - Mula de Valência e carroça - Óleo sobre painel - 40,6 x 60,9

Ele passou cerca de três anos na Europa e norte da África, indo a todos os lugares possíveis da região, do norte da Noruega ao sul do Egito. O objetivo maior era visitar museus e galerias e pintar incessantemente. Nesse período, duas paradas para estudo, em Florença e Dusseldorf, mudaram inteiramente sua maneira de ver, trabalhar e conceber suas obras. Em Florença, veio o domínio da anatomia, principalmente com o exercício constante com modelos vivos. Em Dusseldorf, com Hans Georg Lenzen, ele aprendeu a pensar a estrutura de sua pintura de uma maneira diferenciada, usando texturas e fazendo abordagens dos fundos de uma maneira que não havia feito até então. Foi ali, que sua pintura realista ganharia ares inusitados e traria identidade para sua produção.

CLARK HULINGS - Luz da manhã, Granada - Óleo sobre tela - 81,2 x 121,9

CLARK HULINGS - Dia de mercado, Country Lane - Mista sobre painel - 20,3 x 25,4

CLARK HULINGS - Velho homem conduzindo um burro - Óleo sobre tela - 35,5 x 53,3

Depois de muitas aventuras em terras europeias, seu dinheiro acabou e ele se viu novamente em Nova York, trabalhando mais uma vez como lustrador. Mas, isso foi temporariamente, até que seu trabalho de cavalete conquistou o interesse de galeristas e colecionadores. Isso não veio de maneira fácil. No início, queriam lhe dizer o que pintar, que tema não gostariam de comprar, até que Hulings se deu conta de que deveriam gostar daquilo que ele fizesse, não que executasse aquilo que eles gostassem. Finalmente, Hulings se tornara agora um artista aclamado, com composições ricas e inusitadas, que explorava a luz com um domínio que poucos faziam como ele. As texturas e efeitos que conseguia, deixavam seus trabalhos ainda mais ricos e atraentes.

CLARK HULINGS - Sombras da Espanha - Óleo sobre tela - 73,6 x 81,2

CLARK HULINGS - Taormina - Óleo sobre tela - 64,1 x 76,2

CLARK HULINGS - Ville France - Óleo sobre tela - 76,2 x 106,6 - 1978

Mesmo que dominasse tudo que se propunha fazer, eram as cenas de mercados o que mais lhe atraía. Ele gostava do burburinho de gente comprando e vendendo de tudo, das gôndolas cheias de verduras e legumes, e principalmente dos burros e tantos animais calmamente nas suas rotinas. Crianças brincando, velhos arqueados na dura labuta de seus dias e belas e jovens moças passeando pelas calçadas. Tudo se transformava no mais puro deleite para seus olhos e brotava habilmente de seus pincéis e espátulas.

CLARK HULINGS - Neve em Santa Fe - Óleo sobre tela

CLARK HULINGS - Pequeno mercado de fores - Óleo sobre tela


Desenhista habilidoso, seus estudos de animais, geralmente executados em lápis, carvão ou nanquim são sempre requisitados nas casas de leilões. Muitos trabalhos nasciam desses estudos, feitos em prazerosas sessões e apontamentos. Foi um artista de hábitos simples, que se emocionava com o que fazia e amava a arte acima de tudo. Uma das mais gratas referências que a arte norte-americana já pode proporcionar.